Notícias

Consumo consciente é premissa de gestão sustentável no ramo industrial

Fundação Proamb oferece gama completa de soluções ambientais alinhadas a esse desafio

    Nas últimas décadas, a humanidade tem consumido cada vez mais cedo os recursos naturais renovados a cada ano pela Terra. Em 2018, pela primeira vez, foi atingido um triste recorde: o homem exauriu com o estoque disponível quatro meses antes do final do ano, no dia 1º de agosto, segundo a organização de pesquisa Global Footprint Network. Deter esse assustador avanço que impede os ecossistemas de se renovarem plenamente passa, necessariamente, pela adoção de um comportamento responsável de cada consumidor – e também de cada empresa, afinal a compra adequada de insumos resguarda a natureza, evita desperdício e ainda representa economia aos investimentos.

    Uma das organizações gaúchas mais centradas em comportamentos sustentáveis, a fabricante de produtos em borracha natural Mercur tem uma atuante política neste sentido – simbolizando com eficácia o Dia do Consumo Consciente. Lembrada no dia 15 de outubro, a data foi instituída em 2009 pelo Ministério do Meio Ambiente como forma de estimular a reflexão acerca dos problemas advindos do consumo desmedido. “Entendemos que o incentivo ao consumo é parte dos problemas socioambientais contemporâneos. Consumir de maneira consciente minimiza os impactos ambientais, reduz a necessidade de emprego de recursos naturais e a geração de poluentes”, ensina o engenheiro de Produção Eduardo Assmann, que atua em processos e projetos de sustentabilidade na empresa. E ele ainda enumera um outro ganho, do ponto de vista social: “reduz o endividamento das famílias”.

    Temas sociais e ambientais ganharam mais importância na companhia há 10 anos, a partir de uma mudança no posicionamento institucional da Mercur, que atua nos setores de educação e de saúde. Hoje, a compra de matéria-prima é controlada e há indicadores para a aquisição de MPs renováveis e recicladas. A Mercur também passou a buscar fornecedores alinhados a esse novo posicionamento, obedecendo a procedimentos de seleção e avaliação. “Houve uma redução de desperdícios, pois a cultura do cuidado com os recursos é constantemente reforçada em diversos espaços de diálogo na empresa”, comenta.

    Os colaboradores têm papel central nisso. Eles são convidados a participarem de espaços de aprendizagem que, entre outros assuntos, promovem o consumo consciente. “Queremos sempre dialogar, aprender, buscar e produzir conhecimento sobre o tema do consumo para promover reflexão e inspirar atitudes mais sustentáveis. O cuidado com o uso de recursos faz parte do posicionamento institucional”, assegura.

    A partir disso, a empresa investe tanto na disseminação de conhecimento como em investimentos. A política de logística reversa, por exemplo, contempla o olhar para o uso e reuso de materiais, da concepção à geração de produtos e serviços. Assim, há menor consumo de recursos e, consequentemente, menor geração de poluentes, possibilitando criar ocupação e renda para a cadeia. A empresa ainda atende à Política Nacional de Resíduos Sólidos, minimizando os impactos ambientais e estimulando ações para o aumento da renda de catadores, para os quais são doados parte dos resíduos recicláveis.

    As práticas sustentáveis na Mercur estão intimamente ligadas a seus valores institucionais. Além da utilização de insumos renováveis e da logística reversa, a organização não realiza testes em organismos vivos. Desde 2015, é uma empresa carbono neutro e, entre outras ações, oferece aos colaboradores alimentação orgânica nos refeitórios. “Em todas as ações que nós desenvolvemos, nós consideramos os impactos econômicos, ambientais e sociais”, diz Assmann, demonstrando a postura responsável da empresa para cada atitude tomada.


Trabalho da Fundação Proamb é aliado no desafio da conscientização

    Líder em soluções ambientais no Rio Grande do Sul, há mais de 25 anos a Proamb vem transformando o cotidiano de empresas na busca pelo desenvolvimento sustentável. Baseada em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, mas com atuação em todo o Estado, oferece serviços em gestão ambiental a fim de promover a evolução dos negócios de forma socialmente responsável. A Proamb se notabiliza por oferecer ferramentas que a extrair a máxima potencialidade produtiva de seus clientes, valendo-se dos mais atuais conceitos e práticas de gestão ambiental.

    Por meio de suas unidades de negócios, apresenta soluções para as mais complexas necessidades. À área de Engenharia compete a gestão ambiental e os licenciamentos; aos segmentos de Aterro e Coprocessamento cabem o destino e tratamento de resíduos classe I e II; o setor de Educação é responsável pela disseminação de conhecimento por meio de cursos e palestras; e o Centro de Análises Ambientais cumpre a função de analisar as águas e os efluentes das empresas. Além disso, a Proamb realiza a cada dois anos a Fiema, a maior feira do Sul voltada a negócios, à tecnologia e ao conhecimento em gestão ambiental. São credenciais que elevam a Proamb à condição de empresa capacitada a oferecer as inovações necessárias ao mercado para cumprir com seu papel de organização transformadora da sociedade. Informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3055.8700.

Unidade Administrativa:
Rua São Paulo, 1068, Borgo, Bento Gonçalves - RS
CEP 95705-420

+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99705.8316
proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2018 | Fundação Proamb