FIQUE POR DENTRO DAS

Notícias

BUSCAR NOTÍCIA

16/03/2022

Projeto da Proamb em parceria com empresas alemãs visa a instalação de usina de incineração gerando energia para atender a municípios da região da Serra Gaúcha


    Reconhecido pelo pioneirismo na introdução de tecnologias a serviço da gestão ambiental com vistas ao desenvolvimento sustentável, a Proamb é um dos atores envolvidos em um projeto colaborativo internacional para melhorar a gestão de resíduos na Serra.

    O ponto final desta iniciativa, que conta com a participação de organizações alemãs e também da Universidade do Vale do Taquari (Univates), é a proposta de construção de um incinerador de resíduos hospitalares, industriais e municipais na região como parte do projeto Waste2Brazil, financiado pelo Ministério Federal Alemão do Meio Ambiente, Conservação da Natureza, Segurança Nuclear e Defesa do Consumidor.

    A tecnologia, também conhecida como reciclagem térmica, permite gerar energia de forma sustentável a partir da incineração de resíduos. Quando queima, é gerada energia térmica, que posteriormente é convertida em energia elétrica. Segundo Márcio André Kronbauer, Engenheiro de Produção da Proamb, o Brasil como um todo e a Serra têm um grande potencial a ser explorado. Com uma população de cerca de 1 milhão de habitantes na região de Bento Gonçalves e Caxias do Sul, “Estima-se que cada pessoa produza cerca de um quilo de lixo por dia, poderíamos usar isso para gerar cerca de 15 megawatts de eletricidade por mês”, prevê.

    Esse valor poderia, por exemplo, abastecer cerca de 100 mil domicílios. Mas esse não é o único benefício. Outro ganho seria o uso do calor na forma de vapor para acionar caldeiras. Além de aproveitar os resíduos, é claro, também reduzindo a quantidade que acabaria em aterros, no Brasil cerca de 90% dos resíduos são depositados lá.

    Neste projeto a Proamb assume o papel de mediador de conhecimento entre a Alemanha e o Brasil, com a Univates realizando a análise técnica das amostras de resíduos. Os parceiros alemães do projeto fornecem todo o know-how relacionado à tecnologia de usinas de energia e sua aplicação. A Envitecpro desenvolveu o projeto e é responsável pela gestão do projeto, relações públicas e educação ambiental. O Grupo Dornier (anteriormente IBS Technik) transmite conhecimento de utilização térmica e operação de usinas, a BN Umwelt fornece suporte como prestadora de serviços de engenharia ambiental com especialistas de planejamento em projetos de plantas e na educação ambiental.

    Waste2Brazil é um projeto que visa conscientizar o público sobre os benefícios de uma economia circular e tecnologias ambientais por meio de eventos informativos e educacionais no Brasil. O projeto começou no outono de 2020. No inverno de 2021, foi realizado pela primeira vez um formato digital inovador de formação contínua em conjunto com os parceiros alemães. Para isso, foram possibilitadas caminhadas virtuais ao vivo em uma usina de reciclagem de PET, em uma usina de incineração de resíduo sólido urbano e em um aterro sanitário na Alemanha. Os participantes puderam fazer perguntas diretamente em português aos especialistas alemães nas instalações.

    O mesmo curso foi replicado online para técnicos da Secretaria de Meio Ambiente de Bento Gonçalves, Fepam, Sema RS, além de professores da Univates, integrantes da Proamb e do Consórcio Intercomunal de Desenvolvimento Sustentável Serra Gaúcha (Cisga) no início do projeto.

    Várias ações foram realizadas desde então. Entre elas, coleta de dados de resíduos na área do Cisga, visitas a fábricas na Alemanha e até um treinamento online de âmbito nacional onde participaram representantes de autoridades como a Sociedade Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), sinônimo da Fepam gaúcha.

    Como símbolo sustentável da colaboração no projeto Waste2Brazil, a Proamb plantou árvores em sua unidade de coprocessamento em Nova Santa Rita em setembro. Atualmente, o projeto está realizando a análise de triagem de resíduos para a área de Bento Gonçalves, cuja conclusão está prevista para meados de 2022.

    No mesmo ano, o projeto é apresentado de maio a junho na maior feira ambiental do mundo, a IFAT, na Alemanha. Em seguida, dando continuidade ao intercâmbio, em 2023 os alemães visitam a feira Fiema promovida pelo Proamb, concluindo uma fase do projeto e marcando o início de uma nova, a busca de possibilidades de financiamento para a instalação do sistema. E com ela a integração da Serra na tecnologia de aproveitamento de resíduos térmicos para geração descentralizada de energia.


Legendas:

Foto 01: Reunião do projeto Waste2Brazil sobre o estado do projeto e discussão da análise de triagem de resíduos planejada para o município de Bento Gonçalves com os participantes do projeto (da esquerda para direita): Proamb (Sr. Marcio Andre Kronbauer), Envitecpro (Sra. Silvia Kohlmann), Grupo Dornier (Sr. Dr. Dirk Bludau), BN Umwelt (Sra. Sylvi Schröder e Sra. Laurine Larsen,) e Grupo Dornier (Sra. Yvonne Groth).

Foto 02: O plantio de árvores na unidade de coprocessamento da Proamb em Nova Santa Rita simboliza a colaboração entre o Brasil e a Alemanha no projeto Waste2Brazil.

Foto 03: Inspeção do aproveitamento térmico pelo diretor industrial da Proamb Gustavo Fiorese na usina de resíduos em Hagenow operada pela Dornier Group (na foto da esquerda para a direita): Gustavo Luiz Fiorese, Andreas Priesmeier, Agata Korpal e Sílvia Kohlmann.


MAIS SOBRE Sustentabilidade

VEJA TAMBÉM

Matérias anteriores

VEJA TAMBÉM

Mais lidas

+30
anos
DE EXPERIÊNCIA
Empresa
Certificada
ISO 14001 | ISO 9001 | ISO 17025

7 unidades
de negócio

Entrar em contato no WhatsApp